Haicai, Verso e Prosa

Letras e Sentimentos

Meu Diário
17/12/2015 23h16
Projeto Haicai na Escola - 2004 - 2015

Grêmio Haicai Sabiá - Fundado em 17/06/2006

ACLAM Academia de Ciências Letras e Artes de Magé - 2011 - 2015

Escola Municipal Barão de Iriri – Magé - RJ

Coordenador: Thiago S. Sousa e Elizete Medeiros

Quatrocentos e cinquenta anos de Magé

Magé,

quatrocentos cinquenta anos

de pura beleza.

-

Tayane Medeiros da Silva        (14 anos)

 

Bonita Magé –

Quatrocentos cinquenta anos

De paz e amor

-

Tainá Cardoso da Silva     (12 anos)

 

Tantas emoções!

Quatrocentos cinquenta anos

Mageense eu sou.

Letícia Sousa Alves  (14 anos)

 

 

Magé é linda

Quatrocentos cinquenta anos

Que eu amo.

-

Werley

 

Magé minha cidade

Quatrocentos cinquenta anos

Linda Magé

-

Matheus

 

Magé onde nasci

Quatrocentos cinquenta anos

Quero ver tua história.

-

Vitória Ribeiro da Silva (10 anos)

 

Cidade bonita

Quatrocentos cinquenta anos

Querida Magé

-

Rafael  (11 anos)

 

Eu amo Magé

Quatrocentos cinquenta anos

Que linda história.

-

(11 anos)

 

Magé, meu amor

Quatrocentos cinquenta anos

Sem ti não sou nada!

-

Ana Beatriz (10 anos)

 

Minha Magé

Quatrocentos cinquenta anos

de puro encanto

-

Weyna Samara da Silva dos Santos (14 anos)

 

Magé

Quatrocentos cinquenta anos

De energia e beleza.

-

Letícia Gonçalves de Araújo (14 anos)

 

Minha cidade

Quatrocentos e cinquenta anhos

Terra de pobre

-

Carolina  - idade

 

 

Tantas emoções

Quatrocentos cinquenta anos

De pura história.

-

Mateus Oliveira (15 anos)

 

 

 

 

 

Eu amo Magé

Quatrocentos cinquenta anos

De História a ser contada.

-

Wesley Pereira (13 anos)

 

Magé

Eu sempre vou te amar

Quatrocentos cinquenta anos

Aqui sempre vou morar.

-

Beatriz de Oliveira Aguiar (9 anos)

 

 

Eu amo Magé

Quatrocentos cinquenta anos

Me conta sua história

-

Yan (10 anos)

Eu amo Magé

Quatrocentos cinquenta anos

Me conta sua história

-

Yan (10 anos)

 

 

Eu amo Magé

Quatrocentos cinquenta anos

De muita alegria

-

Clara Silva (9 anos)

 

Eu moro em Magé

Feliz quatrocentos cinquenta anos

Tenho orgulho dele.

-

Rafaela Batista dos Santos (10 anos)

 

Quatrocentos cinquenta anos

 

Magé é legal

Me faz  feliz

É minha casa.

-

Bruna Carla (8 anos)

 

São tantas alegrias

Quatrocentos cinquenta anos

Lutas com vitórias

-

Leandro Costa (14 anos)

 

 

Quatrocentos cinquenta anos

 

Eu gosto de Magé

O choro da noite

 alegria da manhã.

-

Gabriel Avelar Silva (15 anos)

 

Magé é meu

Quatrocentos cinquenta anos

Eu te amo

-

Maria

 

 

Eu amo

Magé é lindo

Quatrocentos cinquenta anos

-

Luiz Gustavo (9 anos)

 

 

Magé é bonito

Acho a cidade linda

Quatrocentos cinquenta anos

-

Alissia (9 anos)

 

 

 

Sem Magé não vivo

Quatrocentos cinquenta anos

De felicidade

-

Yasmim (9 anos)

 

 

Eu amo Magé

De grandes acontecimentos

Berço da história.

-

Natan Oliver Vaz da Silva – idade

 

 

 

Quatrocentos cinquenta anos

 

Magé

É um lugar

Muito bonito

-

Raissa (9 anos)

 

 

Professores

 

Palestrante – Magé 450 anos

 

Magé

Uma história esquecida

Quatrocentos cinquenta anos

Trilhando um caminho.

-

Professora Michele Soares

 

 

Brilhante Magé –

Quatrocentos cinquenta anos

De rica história.

-

Gilvaldo Guerra

 

 

Praia do Anil, Magé – RJ, 29/05/2015

Benedita Azevedo (Fundadora do Grêmio e autora do projeto)

 

 

 

 

-

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

-


Publicado por Benedita Azevedo em 17/12/2015 às 23h16
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
17/12/2015 00h30
PROJETO HAICAI NA ESCOLA - 2015

Grêmio Haicai Sabiá – Fundado em 17/06/2006
Projeto Haicai na Escola, 2004 - 2015
Benedita Azevedo - coordenadora
C.E. Alcindo Guanabara - Guapimirim - RJ
Orientadora Escolar – Marinete
Demétrio Sena - Arte-educador
Turma: 1002

 

***********************

Haicais compostos na oficina

**************

Manhã de primavera
Borboletas a voar
Floresce uma flor
Amanda Pereira Araújo 

Manhã de chuva
A alegria da menina
No quintal de casa.
Adryelle Ferreira Ramos Pereira 

Manhã de festa
O sol a brilhar e o ar
A nos alegrar.
Milena da Silva Pereira Magalhães 

Manhã de chuva
Com o tempo nublado
O bairro em silêncio.
Ralli Martins de Vasconcellos Lima 

Manhã  fria
O silêncio acolhedor
Na minha varanda
Ana Luísa Silva  do Espírito Santo 

A manhã nublada
silêncio na escuridão
que nunca acaba.
Luciana Amaro Raiol 

Manhã de domingo
Menino pula na rua
Sempre sorrindo.
Rebeca Silva dos Santos  

Manhã clara
De uma segunda feira
A escola me espera.
Laura Loyane Silva Carreiro 

Manhã de festa
Tem dança no salão
Venha bailar!
Domingos do Nascimento 

Manhã de domingo
Céu totalmente azulado
Dia de animação.
Millanie da Costa Oliveira 

Manha de domingo
Da cor do céu nublado
Canta o passarinho
Eduarda Gil Rutrelli – 28/05/2000

Na bela Manhã
De lindo céu claro
E o som do vento
Jean de Oliveira Bernardino 

Manhã de chuva
Com o ruído das ruas
Correm as crianças.
Daniele da Silva Leonardo 

Manhã de domingo
Tempo ensolarado
E o  corpo aquecido.
Geraldo Bento Valério Filho 

Manhã de praia
As ondas batendo
E a brisa ao vento
Nathália Álves de Lima Falcão

Manhã de chuva
Dia amanheceu triste
Silêncio na rua.
Andressa Rosa de Oliveira 
------------------------

Manhã iluminada
De um sol primaveril –
Cantam os passarinhos.
-
Marinete (Supervisora escolar)

Grêmio Haicai Sabiá, Magé – RJ, 08/11/2015
Benedita Azevedo (Fundadora do Grêmio e autora do projeto)


Publicado por Benedita Azevedo em 17/12/2015 às 00h30
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
17/12/2015 00h07
PROJETO HAICAI NA ESCOLA - 2015

GRÊMIO  HAICAI  SABIÁ  - Fundado em 17/06/2006
Projeto Haicai na Escola, 2004 - 2015
Coordenadora - Benedita Azevedo
C.E. Alcindo Guanabara - Guapimirim - RJ
Orietadora pedagógica - Marinete
Demétrio Sena - Arte-educador
Turma: 1001

 

****************

Haicais compostos na oficina

*********
Manhã deslumbrante
E as ondas do mar
Lindas de escuta
Jéssica Silva Simões

 

Manhã de chuva
Vejo no céu tons de cinza
Como montanhas rochosas.
Emerson da Silva Klemn 

 

Manhã iluminada
A cor do céu cinzenta...
Começa a chover
Letícia Ferreira de Oliveira 


Manhã de domingo
No caminho da igreja
O céu azulado
Letícia Ferreira de Oliveira 

 

Manhã de chuva
O céu todo embaçado
E o pássaro a cantar.
Dayane  Silva Alves Pereira

 

Manhã escura
Nos teus olhos vi a luz
Em chuva de beijos
Ariel Marques da Silva 

 

Manhã acinzentada
Distante uma colina verde
Pelo sol iluminada
Rodrigo Simplício da Silva 

 

Manhã nublada
E nós acordamos cedo
Para ir à escola.
Jeniffer Jordan  Martins Tostes 


Manhã nublada
Feito fumaça cinzenta.
Os pássaros cantam
Isayane da Solva Amorim 


Manhã de chuva
O vento fresco no rosto
E os pé molhados
Ellen Marques da Silva 


Manhã de estudos
Com os amigos
Escrevendo no pátio
Douglas da Silva 


Manhã fria
Nas montanhas nubladas
As aves voam.
Myllena Bristol Ramos Santana 


Um dia nublado
Sem nenhum raio de sol
Para alegrar a manhã
Amanda Sousa da Paixão 


Manhã de sol
Os pássaros cantam
Ao caminho da escola.
Leonardo Lourenço – 19/03/2000


Grêmio Haicai Sabiá, Magé- RJ, 08/11/2015
Benedita Azevedo (Fundadora do Grêmio e autora do projeto)

 

 


Publicado por Benedita Azevedo em 17/12/2015 às 00h07
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
10/12/2015 15h51
GINKÔ – passeio poético para composição de haicai.

Confraternização anual - BONENKAI - do Grêmio Haicai Ipê em 06/12/2015

GINKÔ – passeio poético para composição de haicai.

A confraternização anual - onde seria realizado o ginkô pelos componentes do Grêmio Haicai Ipê, aconteceria no Sítio do Bugre, da mestra Teruko Oda, dia 06 de dezembro de 2015, em Cotias – São Paulo. Entretanto, em consequência da obra da SABESP na rua de acesso à residência campestre da família Oda, o Sr. Kenji Takemoto, presidente da Associação Cultural e Educacional Nikkei Bungaku do Brasil, conseguiu com seu amigo, Jorge Hanaoka que o evento fosse realizado eu seu sítio, próximo ao local anteriormente planejado.

A van que nos conduziu de São Paulo à Estrada de Pununduva, estacionou dentro do sítio, logo à entrada. Uma chuva fina umedecia as flores do jardim espalhadas pelos canteiros nos vários ambientes. As nuvens carregadas não impediram de apreciarmos a beleza da paisagem verdejante, em contraponto ao horizonte cinza, logo ao desembarcarmos da condução.

O brilho colorido das várias espécies de flores, indiferentes às gotas que suavemente pousavam nas pétalas das rosas, das dálias, dos lírios africanos, das flores de cosmos, nas helicônias e tantas outras plantas decorativas, nas alamedas, ao entorno da piscina, contornando a casa do caseiro, nos fundos da casa grande...

O grupo da van foi recepcionado pelos companheiros que já se encontravam no sítio. O Sr. Kenji e o Sr. Jorge mostraram aos visitantes as dependências onde aconteceria o evento. No grande salão a mesa do café com iguarias apetitosas estava à disposição dos haicaístas.

No passeio poético pelo sítio – o ginkô do Ipê – 2015, composto por poetas com papel e caneta em punho, espalhou-se pelas alamedas arborizadas, cheias de flores e canto de passarinhos. Ao meio dia, na mesa da varanda, os poetas iam se acomodando para a seleção dos haicais compostos durante o passeio. Cada um poderia escolher dois dos muitos realizados.
Ao final tivemos a classificação seguinte:

!º lugar: Teruko Oda
-
Súbito alvoroço – 
Pega-pega de andorinhas
no vasto horizonte.
-
2º lugar: Benedita Azevedo
-
As gotas de chuva – 
As trombeteiras curvadas
fazem reverência.
ou
As gotas de chuva – 
Curvadas as trombeteiras
fazem reverência.
-
3º lugar: Ane Ramos
-
Lá fora flores
No salão animado
Sons do oriente.
-
4º lugar: 2 haicais de Carlos Roberto Bueno

domingo de manhã
no topo das colinas
as araucárias
-
azul da piscina
as sombras dos haicaístas
nas nuvens brancas
-
5º lugar: Cristiane Cardoso
-
Tento acompanhar
Loucos voos das andorinhas – 
Ah, essa liberdade
-
6º lugar: com 1 voto cada:
-
Teruko
-
Sinos da memória – 
As trombeteiras floridas
sob um céu chuvoso.
-
Benedita
-
Costelas-de-adão 
no canteiro lateral – 
Canta o bem-te-vi.
-
Maria Fátima
-
As trombeteiras – 
À beira do caminho
Louvação do dia.
-
Márcia Marchini
-
Na caminhada
Azul em movimento
Borboleta.
-
Cotias, 06/12/2015
Benedita Silva de Azevedo

-


Publicado por Benedita Azevedo em 10/12/2015 às 15h51
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
11/11/2015 20h04
PREMIAÇÃO - 25o. Encontro Brasileiro de Haicai realizado em 07/11/2015

Foto: Comissão Julgadora - começando pela esquerda: Dorotéa Miskalo (Grêmio Haicai Chão dos Pinheirais, Irati - PR), Teruko Oda (Grêmio Haicai Ipê - SP) Benedita Azevedo (Grêmios de Haicai, Sabiá- Magé e Águas de Março-RJ), Regina Alonso (Grêmio de Haicai "Caminho das Águas"- Santos - SP)

 

 Relato de Teruko Oda

Manhã cinza e chuvosa, um vento frio varre as ruas já movimentadas de Santos. São pouco mais de 7 horas da manha.

 Adentrando o centenário e histórico prédio do antigo Instituto "Dona Escolastica Rosa", inaugurado em 1º. de janeiro de 1908, e que hoje abriga a ETEC de mesmo nome, encontro alunos, professores e membros do Gremio de Haicai "Chão dos Pinheirais", que já se movimentam, euforicos, pelo grande jardim interno.

 Nem o cansaço das dez horas de viagem da distante Irati (PR) até Santos parece ter afetado o nimo e a alegria de estarem em Santos.

 Nos reunimos na cantina para o café da manhã. Uma grande mesa preparada com carinho e muito capricho sob o comando da Sra. Glaucia e um convite irresistível. Pães, frios, bolos, tortas, panetone, fruta, café, leite e achocolatado, entre outras guloseimas, compõem o "self service" oferecido pelo Grêmio Ipê aos participantes do evento.

 Logo chega outro ônibus trazendo alunos e professores de São Paulo, de Mauá e membros do Grêmio Haicai Ipê. O dia comeca em clima de confraternizacao e de reencontro de velhos amigos.

 Pouco antes das dez horas, apesar da chuva intermitente, munidos de capa e guarda chuva, o grupo com pouco mais de 80 pessoas sai para os passeios programados: visita ao Museu de Pesca, ao Aquário Municipal, uma caminhada pela praia onde as crianças se encantaram com a visão dos grandes cargueiros e dos navios atracados ao largo. Os mais corajosos arriscam uma corridinha pelas águas geladas do mar.

 Após o almoco nos reunimos no auditório para cumprir a segunda parte da agenda.

 No longo corredor, mesas para venda de livros de diversos autores e outras para recebimento de inscricoes para o ja tradicional "Grande Desafio", concurso ansiosamente aguardado pelos alunos, e cuja proposta consiste na composicao de um haicai em vinte minutos sobre tema dado na hora.

 Por sorteio, os temas propostos foram "coruja" ou "joao-de-barro". Divididos em duas categorias, adultos e infanto juvenil, os participantes se dedicaram à tarefa de criar seus haicais.

 Esgotado o tempo e recolhidos os trabalhos, enquanto a comissao julgadora se empenhava na escolha dos melhores, tendo como mestre de cerimonias a haicaista Mahelen Madureira, o publico presente teve a oportunidade de assistir a apresentações de dança tradicional japonesa do Sr Jorge Ajifue  (danca das espadas), e apresentações da profa. Marina Darin e professores de tai-chi (danca do leque).

 Encerradas as avaliações e selecionados os vencedores do Grande Desafio, deu-se início à  cerimônia de premiação.

 Iniciando a etapa final da programação, alunos e respectivos professores classificados no 14º. Concurso Brasileiro de Haicai Infanto Juvenil -- edição 2014~2015, tema PRIMAVERA, receberam seus diplomas e foram entusiasticamente aplaudidos pelos presentes.

Em seguida, foram anunciados e premiados os vencedores do "Grande Desafio", conforme relacionados nas paginas a seguir.

 Teruko Oda

Sao Paulo, 08 de novembro de 2015.

 -------------

Vencedores do GRANDE DESAFIO - Categoria Infanto Juvenil

 1º. lugar

Uma chuva leve.

Joao-de-barro feliz

Quer barro fresquinho. 

Eric Felipe Fabri -- Prudentopolis, PR.

 

2º. lugar

Chega a noite

A coruja sai da toca.

Chuva, muita chuva.

Elizandra Soares de Camargo -- Fernandes Pinheiro, PR.

 

3º. lugar

Dia de chuva.

Joao-de-barro constroi ninho

No alto do poste.

Angela Iachechen -- Fernandes Pinheiro, PR.

 

4º. lugar

Um canto alegre

No quintal do vovo

e o Joao-de-barro.

Pedro Henrique Valenga Bonete -- Irati, PR.

 

5º. lugar

Olhar assustador

Uma coruja faminta

Procura alimento.

Amanda Lenart -- Irati, PR.

 

6º. lugar

No bosque encantado

Um filhote de coruja

Passeia tranquilo.

Camille Cristina Ostoulk -- Irati, PR.

 

7º. lugar

De noitinha

A bela coruja

Escuto cantar.

Leticia Gavlak -- Irati, PR.

  

Comissao julgadora:

 Benedita Azevedo€   -- Grêmio Haicai "Águas de Marco" - Rio de Janeiro, RJ.

Dorotéa Iantas Miskalo -- Grêmio Haicai "Chão dos Pinheirais" - Irati, PR.

Regina Alonso -- Grêmio Haicai "Caminho das aguas" - Santos, SP.

Teruko Oda - Grêmio Haicai "Ipe" - São Paulo, SP.

Mestre de Cerimônia  Cultural

Mahelen Madureira – Grêmio Haicai “Caminho das Águas” – Santos, SP

  -----------------

Vencedores do GRANDE  DESAFIO - Categoria Adulto

 

1º. lugar

No meio da noite

penso na mocidade

Pia a coruja.

Marilena Budel -- Irati, PR.

 

2º. lugar

Da minha janela

Ouco o cantar da coruja.

O sono nao vem.

Adriana aparecida Ferreira Cardoso -- Irati, PR.

 

3º. lugar

Pia, pia, pia ...

A coruja no pomar

Defende seu ninho.

Sonia Regina Rocha Rodrigues -- Santos, SP.

 

4º. lugar

No tronco ja velho

de olhos arregalados

a coruja espreita.

Marly Barduco Palma -- Sao Vicente, SP.

 

5º. lugar

Coruja na arvore

Com seu canto assustador.

Sera mau agouro?

Elza Valenga -- Irati- PR.

 

6º. lugar

Ja anoiteceu

Rompe-se o silencio

A coruja pia.

Ana Roseli Valenga Bonete  - Irati, PR.

  

Comissão julgadora:

 Benedita Azevedo -- Rio de Janeiro, RJ.

Dorotéa Iantas Miskalo -- Irati, PR.

Regina Alonso -- Santos, SP.

Teruko Oda-- Sao Paulo, SP.

 __._,_.___


Posted by: "Kaki Net"


Reply via web post

Reply to sender

Reply to group

Start a New Topic

Messages in this topic (2)

**************************************************

  

 

 

 


Publicado por Benedita Azevedo em 11/11/2015 às 20h04
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Página 2 de 19 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras