Haicai, Verso e Prosa

Letras e Sentimentos

Textos

Homenagem à Academia de Vargem Grande-MA
Região do Iguará
-
Olá queridos confrades
Aceitando este convite
De uma confreira irmã,
O meu coração transmite
Com alegria os sonhos
Destes semblantes risonhos
Tristeza aqui não existe!


As terras  bem progressistas
Desde o século dezoito
Aquelas  do  Iguará,
Foram mesmo muito afoitos
Aqueles grandes fidalgos,
Que receberam afagos
Feito vinho com biscoito.


Rainha de Portugal
Autoriza a aquisição
De imensas glebas de terra
Para sua criação,
Com sesmarias na mata
Ali se reúne a nata
Aumentando a devoção.


Nasce Raimundo Nonato
Escravo, vaqueiro e santo,
Na Fazenda Mulundus,
O seu prestígio era tanto
Que até hoje a romaria
Seu grande prestígio guia
Pessoas de todo canto.


Mil oitocentos e cinco
Foi criada a freguesia
Da região do Iguará
O povo também queria;
Mil oitocentos vinte três
Vou contar mais uma vez
João Ferreira Couto ria...


Do apelido recebido
Na adesão do Maranhão.
Em mais dez anos teriam
A grande consagração,
Na  sede Manga Iguará
Que vila por fim será
Recebida com emoção


A Guerra da Balaiada
Tendo à frente um vaqueiro,
Eclode em Manga Iguará,
Raimundo Gomes certeiro
Viu a guerra durar anos!
O que não estava em seus planos
Morrer mais de um companheiro.


Oitocentos quarenta e um
Foi o Duque de Caxias
Pacificar o Estado.
Se fosse tu que farias?
Antonio Ferreira Coelho
Reúne com seu conselho
Pra resolver o que queria.


Em um, oito, quatro cinco
Leva lá pra Vargem Grande
Sede da Manga Guará,
A ideia não se expande;
a comarca do Iguará
que era não mais será
ganhará um novo estande.


Recebeu no seu batismo
Nome de  Nina Rodrigues
profissional de muitas faces,
mesmo que tu não ligues;
perfeição em muitas áreas
que achasse prioritárias,
se quiser, vá, averigues!


Julho de dois mil dezenove.
Criação da Academia
Vargem-Grandense de Letras
Mas, leva em companhia
O consórcio Iguaraense
Sou itapecuruense
Escrever, minha mania!
-
Feliz aniversário
Academia Vargem Grandense de Letras
-
Benedita Azevedo
Julho de 2020.



Benedita Azevedo
Enviado por Benedita Azevedo em 05/09/2020
Alterado em 05/09/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras