Haicai, Verso e Prosa

Letras e Sentimentos

Textos

Sonetos de monossílabo a dodecassílabo
Soneto monossilábico
Meus ais      

Vens!
quando
tens
brando

meu
sono
meu
tono.

Mas,
não
vais

sem
meus
ais.              
16-03-2014
--------------
Soneto dissílabo
Eu quero    

Amor,
cadê
você
leitor?

São tantas
ofertas
incertas,
são quantas?

Eu quero
rever
pra ter

certeza:
vender
vencer!            
16-03-201
--------------
Soneto em trissílabo

Sim senhor!      

Quero muito
conquistar
meu lugar
no circuito!

O poeta
sonhador
propulsor
vem, decreta:

- Se sonhamos,
trabalhamos
com amor...

O buscado
é encontrado
sim, senhor!    
2014
--------------
Soneto em tetrassílabo
Altivez

Somente tu
queres sonhar
e trabalhar,
somente tu?

Mas todos têm
mesmos direitos,
nestes bem feitos
do vai que tem!

Por isso, agora
é minha vez
caro Juarez.

De acostumar
e aproveitar
minha altivez!          
16-03-2014
------------------
Redondilha menor
Vilania      

Nossa, como é triste
tanta ingenuidade!
Em qualquer idade,
no entanto, ela existe!

Precisamos ter
bom senso e ternura,
jogo de cintura
pra saber viver!

Neste mundo torto
de quem quer conforto
quem idealiza?

Pode ser você
É só ver porque
Nada finaliza!        
16-03-2014
------------------
Soneto em sextilha
Amargura não!  
  
Nesta vida corrida
para atender a todos,
deixa-me comovida
tudo levado a rodos.

Crianças e mulheres
famintas de atenção,
com tratamentos céleres
que vão na contramão.

Só precisam saber
que  elas são importantes
e têm como rever...

Alguns conceitos vagos,
por outros  relevantes
menos tristes e amargos!  

17-03-2014
---------------------
Redondilha maior

Vida renovada            

Toda vida se renova
com as criança por perto.
São tão doces quanto a prova
de um chocolate aberto.

Mas também são sapequinhas,
e por isso precisamos
para mantê-las quietinhas...
mostrar-lhes que lhes amamos!

Educação brincadeiras,
a  saúde, segurança
devem-lhe ser companheiras...

Para uma vida feliz
sempre cheia de esperança
levantem estas bandeiras!      

21 /06/2014
----------------------------
Soneto octossílabo

Sempre amigos  
Lembra-te bem meu bom  amigo
de quanto te quis ao meu lado.
Mas, mesmo assim  eu te abrigo
no coração és abraçado.

Só este orgulho que te faz
agir e ver tal qual criança
que perde um brinquedo e jaz
eternamente na lembrança.

nem que pra sempre só sejamos,
somente amigos quero ver-te
tal qual irmão que sempre amamos.

Pois nesta vida só teremos
com alegria um eterno flerte,
se formos sempre o que vivemos.  

09-02-2015
-----------------------------------------
Soneto eneassílabo

Amores distantes      

Tu não foste de longe o que espero
mesmo assim, te amei até agora.
Porque nem sempre foste sincero
neste amor que pensei fosse embora!

Hoje estás quase só, pois só vives
num passado que eu não vivi.
Mas, pra mim será bom que avives,
as juras que sempre ouvi de ti.

Enquanto eu quero vida e alegrias,
fico aqui a ouvir os pretextos,
as histórias que só tu querias.

E é por isso que durmo mais tarde
na esperança que surjam nos textos,
palavras simples sem grande alarde!

09-02-2015
-----------------
Decassílabo  heróico
Desgaste                  

Tu chegaste sozinho e não trazias,
sequer uma centelha de esperança.
Mas, encontraste em mim o que querias,
amor do pai e mãe da tua lembrança.

Acostumada a ser pai-mãe dos meus
não foi difícil ser o que esperavas.
A mãe de mais um, dois, também dos teus
e então, sem perceber eu me entregava.

E foi chegando um tempo de canseira
que para  mim parece  meus cuidados,
já para outros  parece  brincadeira.

Eu me desgasto tanto em afazeres
que  para mim parecem já pesados...
no entanto, um grande amor tem seus deveres.
-----------------------------
Decassílabo Sáfico

Proeza          

Soneto sáfico eu preciso urgente,
para um exemplo no meu livro novo.
Será pra isso que te quero, oh, mente
dar-me as respostas  que darei ao povo.

Nenhum soneto que encontrei é sáfico,
nem todos versos dos catorze,  são.
Por isso agora construindo o gráfico
quero mostrar que não aceito um não.

Não é tão fácil esta proeza, esteja
bem consciente de tamanha audácia.
Confira as sílabas então – e veja!

Estou em forma, mesmo após dez anos,
para deixar de só deitar falácia,
ofereço isto a meus confrades manos.
---------------------------
Soneto hendecassílabo

Ilusões não compram pão

Eu vou muito além da tua irreverência
mas, perco a esportiva com tua inocência,
achando que outros assumem os deveres
que por direito são teus, de mais ninguém!

Cada um tem direito de fazer da vida
aquilo que seja melhor pra  si.
Na sua essência aceite o que for
mas, que não perturbe a vida dos outros.

E tenha consciência do mal que fizer
pra aquelas pessoas que sempre ajudaram,
tentando buscar soluções de problemas,

Que tu sempre espera caírem do céu
pra cuidar da família, da casa e do pão,
enquanto tu andas atrás de ilusões.
09-02-2015
------------------------------------
Dodecassílabo Alexandrino
Conquista        

Aos meus braços chegaste à procura de alguém
Sem pensar que eu também não estava vivendo
Tão folgada assim que te pudesse acolher
Nesta vida pra mim repleta de problemas.

Eu pensava talvez  não tivesse aprendido
Nesta vida o valor  para mim ensinado...
E pensei ensinar-te o que fosse preciso
Para andar quase só e encontrar a saída.

Descobri, entretanto, o que não só te falta
Um exemplo de vida e reeducação,
De aprender conquistar aquilo que precisas.

Ninguém pode viver sem preocupação
Com aquilo que sonha e precisa encontrar
Sem pensar, planejar, e correr pra conquista.
09-02-2015
----------------------------------
Dodecassílabo não Alexandrino

Beijo roubado

Nesse beijo roubado quero despertá-lo,
pois trago em meu peito esse grande sentimento
e tu não percebes o grande sofrimento
que preciso  exorcizar, de mim afastá-lo.

O que sinto por ti surgiu, assim, de graça!
E quero tê-lo comigo a cada momento
desta vida, sem fugir de qualquer evento
e aceitar o que for, que o destino traça.

De quem por amor sofreu muitos desenganos,
não se pode esperar que fique tantos anos
querendo superar a tristeza e a desgraça.

Quero apenas cultivar esse sentimento
alegrando meu coração nesse momento
por isso só te peço: meu amor, me abraça!
Rio, 30-04-2004

Praia do Anil- Magé-RJ
Benedita Azevedo
Benedita Azevedo
Enviado por Benedita Azevedo em 11/10/2020
Alterado em 11/10/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras